Dramazinho básico de fim de tarde...



Tenho medo da solidão. Mas todos nós temos não é? Não é que não goste de ficar sozinha mas sempre existem aqueles momentos em que é perigoso. Só você ali. Você e o seu eu e sua mente e suas sombras. E seu passado bem ali ao seu alcance. E eu sempre quero cutucar. Tirar a casquinha da ferida. Deixar a fratura exposta. Quando vou me dar conta que vou ter que lidar para sempre com o peso das minhas escolhas? Nem sei. Ás vezes tenho vontade de desligar tudo. Piloto automático.

2 comentários:

tatiana hora disse...

eu tenho medo da solidão.
mas gosto de ficar sozinha.
quem entende?

Junkie Careta disse...

FIlha legítima de Caio F.sempre brincando de tirar cascas de feridas e deixar fraturas expostas. Get ready to pay the bill baby.

Se encontrar um piloto desses por aí para vender, me manda o link.

Mil perdões pelo sumiço. Andei estancando uma ferida por aí.

Anyway,

Eu retorno e estou convidando os amigos para compartilhar o que talvez seja a última página do spleen-rosa-chumbo,dessa vez muito pouco rosa e muitissimo chumbo.

Traga uns lenços, uma pipoca, uma vitamina k(para cicatrizar),um estojo de primeiros socorros,um estõmago forte e um coração à prova de bala.

Bjo